A Semana de Pedagogia começou com muita arte e cultura. Tivemos a apresentação do Balé Cultural Tabuleiro do Mundo, da Escola José Odano Goes Pires, de Tabira-PE, que trouxe danças populares para enriquecer a nossa noite e uma serenata literária com direito a recital de poesia. Esse foi um momento de envolvimento com os outros alunos da FVP, pois foi oferecido na área de convivência da instituição, recebendo muitos aplausos de todos. Ao retornar ao auditório, a Profª. Rosinha Gomes motivou os alunos e demais presentes com suas reflexões acerca da Educação, levantando a temática de mesmo nome do evento: “Educação como Direito Social: Desafios atuais. Ao final do primeiro dia, sob coordenação da Profª. Claudineide Lima, alguns alunos de Pedagogia expuseram uma mostra fotográfica regada de emoção e significado, apresentando a trajetória de uma família humilde que conseguiu vencer na vida e, por meio da educação, formou seus integrantes dignamente.

No segundo dia de evento, houve uma interação muito importante para a formação docente dos nossos alunos de pedagogia. A Roda de Experiência e Oficina – “Os sentidos ao Redor: Vivências Ambientais”, sob coordenação da Profª. Rosa Dall’Angol. Foi um momento de vivenciar as situações cotidianas dos portadores de deficiência, o que fez com que os alunos pudessem sair um pouco da teoria para a prática. Em seguida, o Grupo de Discussão de temática “A Implementação das Competências Gerais da BNCC no Currículo Escolar”, com o Profº. Enoque Gomes.

Para finalizar a Semana de Pedagogia, a última noite permitiu debates e reflexões acerca dos “Fatores de Desenvolvimento: Contexto Social e Cognitivo”, com as Professoras Maria Aparecida da Silva Izídio e Maria José Evangelista de Lima. Cada uma delas explanou suas considerações e, por fim, a plateia interagiu com perguntas e considerações. A coordenação e mediação do momento ficaram por conta da Profª. Juliana Gomes, especialista em Saúde Mental e em Saúde da Família. A palestra de encerramento foi com a Terapeuta Ocupacional, Doutora Rubênia Leandro, com a temática “Disgrafia: O ato de escrever é bem mais complexo do que parece”, tecendo apontamentos sobre aspectos que devem ser percebidos pelo pedagogo, no processo de ensino-aprendizagem. Foram noites enriquecedoras para todos os nossos alunos.